GLOBALIZAÇÃO E MIGRAÇÕES



A evolução tecnológica no contexto do mundo globalizado intensificou a dinâmica migratória devido às desigualdades socioeconômicas e o desemprego. Entre os acontecimentos que estimularam as migrações estão à recessão econômica, as politicas neoliberais e os conflitos existentes no mundo como do Iraque e Afeganistão.

A evolução tecnológica, a disputa e a competição entre as empresas, a crescente informatização do sistema financeiro, bancário e comercial estão absorvendo cada vez menos trabalhadores, especialmente os de baixa qualificação.

Nos países desenvolvidos é preocupante os índices de população desocupada devido ao seu envelhecimento, já nos países subdesenvolvidos o que preocupa é o crescimento populacional, ou seja, grande numero de população ativa para poucos empregos. O deslocamento de pessoas pelo mundo faz parte da história da humanidade e foi responsável pela formação de diversos povos como o continente americano e o Brasil.

Quase em todas as partes do mundo existem comunidades de imigrantes algumas das quais significativas, mas nem sempre em uma situação socioeconômica estável, muitas vezes exercendo cargos de baixa qualificação e remuneração sem seguridade social, da previdência, habitação, educação, saúde entre outros.

A principal razão das migrações internacionais é econômica, principalmente dos países pobres para os países ricos apesar das inúmeras restrições impostas por estes países. Muitas vezes os imigrantes entram ilegalmente e assim continuam dentro do país, apenas trabalhando em empregos informais ou subempregos.